Destinos inusitados e atrações interativas são destaques da Adventure Sports Fair

Data: 17.Out.2016
Fonte: MSN Brasil /Online


Clique aqui para ler a matéria direto da fonte.


Tanque de mergulho, piscina para prática de Stand UP Paddle e caiaque, tirolesa virtual, área para esqui e pista off road para automóveis com controle remoto.
 

Parece improvável, mas isso tudo dá para fazer em São Paulo e em um mesmo endereço.
 

O Viagem em Pauta esteve na abertura da 17ª edição da Adventure Sports Fair, que acontece em São Paulo até o próximo domingo, 16 de outubro, considerada o principal evento do mercado de turismo e esportes de aventura da América Latina.
 

Com stands e produtos voltados para empresas do ramo e o público final, a feira conquista espaço com atrações que podem ser provadas pelo público e promoção de destinos poucos explorados no Brasil e no continente.
 

O segmento do turismo de aventura rende US$ 345 bilhões, anualmente, cujo maior mercado são os Estados Unidos, destino com cerca de 141 milhões de praticantes. Segundo a assessoria de imprensa, a feira paulistana deve atrair 35 mil pessoas e movimentar R$ 12 milhões.
 

Confira os destinos inusitados e atrações interativas que o Viagem em Pauta encontrou na Adventure Sports Fair:
 

Mesmo quem não tem experiência ou certificação em mergulho autônomo pode provar a sensação de mergulhar (com cilindro e tudo).
 

Oferecido pela certificadora Naui, o mergulho acontece em um container de seis metros de profundidade e com capacidade para 33 mil litros de água, a uma temperatura média de 30°.
 

A atividade, uma das mais procuradas do primeiro dia da feira, inclui uma breve explicação do uso do equipamento e um mergulho de cinco minutos de duração.
 

A feira abriga também uma piscina em que os visitantes podem praticar caiaque duplo e duas modalidades de SUP: o inflável e o rígido.
 

Segundo Ivo Fernandes da Hidro2Eko, empresa responsável pela fabricação das pranchas e das atividades na feira, a versão inflável é recomendada por conta do fácil transporte, embora tenha performance mais lenta e instável na água.
 

Já a prancha rígida apresenta melhor estabilidade durante a prática do esporte.
 

No centro da feira, uma torre com 7,5 metros de altura conta com duas vias de acesso em que o visitante pode realizar escaladas em um paredão de fibra texturizada que imita as irregularidades de uma montanha.
 

Fás do automodelismo contam com uma pista off road de 12 metros e escala 1:10 para prática de corrida com automóveis de controle remoto.
 

O espaço disponibiliza 30 carros, aproximadamente, para que o visitante teste sua capacidade de direção em uma pista equipada com obstáculos como troncos e pontes.
 

Segundo Lufe Schubert, da empresa responsável pela atividade, a ideia é proporcionar ao público o máximo de realismo, inclusive com viaturas, como são chamados os carros, equipadas com pneus com grip e tração nas quatro rodas, e espaços como posto de gasolina e até rebocadores de trailer.
 

“Queremos que nosso público saia do videogame e brinque na natureza”, explica Schubert.
 

Promovida pelo Ski Mountain Park de São Roque, essa pista de 35 metros de comprimento permite aos visitantes de todas as idades praticar esportes de neve.
 

As atividades são realizadas sobre um terreno revestido com gel de polímero que propicia o deslizamento, simulando a sensação de estar na neve.
 

As descidas são feitas com acompanhamento de dois guias e a fila de acesso para a atração era uma das mais longas, no primeiro dia do evento.
 

Durante essa edição da Adventure Sports Fair, o público poderá ver também demonstrações de saltos e manobras radicais, realizadas por profissionais da área.
 

Brotas, um dos mais famosos destinos de aventura do Brasil, no interior de São Paulo, é responsável por uma das atrações mais inusitadas de toda a feira.
 

Oferecida pelo Conselho Municipal de Turismo de Brotas, a atividade simula dois circuitos para que o visitante possa ter uma ideia do que é a atividade.
 

DESTINOS
 

Com 20 atividades de aventura, esse destino a 132 km da capital paulista, é referência no turismo acessível, onde viajantes com restrições de mobilidade podem realizar atividades como arvorismo, tirolesa, cavalgada e até rafting.
 

Localizada na Serra da Mantiqueira, a cidade é conhecida não só pelo turismo rural, que acontece em hotéis fazenda, mas também pelos esportes radicais.
 

A proposta do stand é a divulgação dos parques estaduais e nacionais que ficam em território mineiro.
 

A mais nova atração natural do estado é o Parque Nacional do Peruaçu, uma área do norte de Minas, onde se localizam cavernas para exploração, cânions e sítios arqueológicos com coloridas pinturas rupestres com mais de dez mil anos.
 

Com 13 zonas e 117 produtos turísticos, a Bahia também marca presença na feira, cuja principal atração é a Chapada Diamantina, famosa pela Trilha do Pati, considerada uma das mais cênicas do Brasil.
 

Após a perda do título de ‘Capital dos Esportes Radicais’, que o município de Paulo Afonso carregou por anos, essa parece ser a vez do oeste baiano. É ali que ficam destinos como São Desidério e Barreiras, no roteiro Caminhos do Oeste.
 

Famosa pelo agronegócio, a região deve ser o novo polo aventureiro da Bahia, onde podem ser realizados caminhada, rafting, canoagem e mergulho, em rios locais que correm em direção ao São Francisco.
 

Barreiras, o principal destino da região, fica a 622 km de Brasília, a capital mais próxima do destino. 
 

Embora vá além das piscinas naturais mais famosas do Nordeste, o Maranhão marca presença na feira com divulgação do Parque Nacional dos Lencóis Maranhenses, uma área de 155 mil hectares que abriga as famosas dunas recortadas por lagoas; e a exclusiva (e ainda pouco explorada) Chapada das Mesas.
 

Saem os vinhos e o turismo histórico, e entram os esportes de aventura no setor leste do Uruguai.
 

Um dos destaques do stand uruguaio na feira é o Departamento Rocha, onde acontece a cenográfica caminhada sobre dunas, entre Cabo Polonio e a vizinha Valizas, além das áreas para prática de surfe em destinos como Santa Teresa e Punta del Diablo.
 

Uma das mais novas atividades turísticas em Rocha é a observação de estrelas, acompanhada de explicações de astrônomos, em La Paloma e Punta del Diablo.
 

LEIA TAMBÉM:“Destinos da América do Sul que brasileiros não costumam incluir em suas viagens”
 

A novidade do turismo no Departamento de Maldonado são as Grutas de Salamanca, em Aiguá. Considerada a maior do país, com 300 metros de comprimento e quatro de altura, a gruta tem acessos seco e molhado, e sua visita pode ser combinada com um rapel que acontece ali dentro e observação de morcegos.
 

Esse departamento é conhecido dos brasileiros por conta de destinos como a manjada Punta del Este e o exclusivo balneário de José Ignacio. www.maldonado.gub.uy / www.turismorocha.gub.uy
 

Destinos já conhecidos do brasileiro, como Mendoza e Ushuaia, marcam presença na feira, mas a grande novidade por aqui é a promoção do Parque Nacional El Impenetrable.
 

Localizado no norte da Provincia del Chaco, no noroeste da Argentina, esse parque é uma das áreas preservadas mais recentes do país e seus 130 mil hectares são como uma espécie de Pantanal argentino, onde habitam animais como puma, tamanduá-bandeira e onça-pintada (conhecido por ali como yaguareté).
 

SAIBA MAIS

Adventure Sports Fair

São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5)

de 12 a 16 de outubro

quinta e sexta, das 14h às 21h; sábado, das 10h às 21h; domingo, das 10h às 19h

R$ 50 e R$ 25 (meia-entrada)

www.adventurefair.com.br

#

Rio de Janeiro
Rua Salvador Allende, 6.555
Barra da Tijuca - CEP: 22870-160
Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel: (21) 2441-9100 | Fax: (21) 2441-9398
São Paulo
Rodovia dos Imigrantes, km 1,5         
CEP: 04329-900
Tel: (11) 5067-1760