Mondial de la Bière: parque (de diversão) cervejeiro

Data: 17.Out.2016
Fonte: O Globo /Online


Clique aqui para ler a matéria direto da fonte.


Tratava-se de uma aposta. Na terra em que aquele chopinho leve e estupidamente gelado após um dia na praia é quase religião, trazer um dos maiores festivais de cervejas especiais do mundo não parecia uma medida das mais sensatas. Eram poucos os que falavam em dosagens de lúpulo, que giravam copos com o objetivo de buscar aromas, que falavam em carbonatação, drinkability e que cogitavam até tomar a bebida em temperaturas mais quentes. Mas a resposta foi a melhor possível. Nascido em Montreal, no Canadá, e com edições na cidade francesa de Mulhouse, o Mondial de la Bière aportou no Rio em 2013. Na ocasião, 20 mil pessoas foram ao Terreirão do Samba.
 

De lá para cá, o evento só cresceu e passou a fazer parte do calendário carioca. Esta quarta edição, que começou na última quarta-feira e segue até domingo, é a maior de todas. São três armazéns do Píer Mauá, com uma expectativa de receber mais de 50 mil pessoas (os ingressos para sábado já estão esgotados), e mais de mil rótulos diferentes à disposição dos agora cada vez mais exigentes cervejeiros.
 

O crescimento não para por aí. Cientes de que o Rio é hoje a segunda maior cidade consumidora do país, o mercado cervejeiro local está cada vez mais ativo. A todo momento surgem novas marcas que costumam nascer como diversão caseira e ocasionalmente alçam voos maiores. O reflexo deste movimento pode ser visto com o crescimento do número de expositores fluminenses. Das 133 cervejarias do Mondial de la Bière, 55 são do Estado do Rio.
 

— Fomos considerados loucos de trazer o Mondial para o Rio. Não se tratava de uma cidade com essa cultura estabelecida. O potencial do mercado é enorme. É um movimento sem volta — afirmou Luana Cloper, gerente de negócios da Fagga, empresa que promove e organiza o festival.
 

Para este ano, uma das principais novidades é a mudança no copo do evento, que o visitante recebe na entrada. Antes, a dose mínima era de 200ml. Agora passa a ser de 100ml. Se por um lado a mudança deve acabar com as tradicionais provinhas — que todos pediam antes de decidir por um copo cheio —, por outro permite que o público prove uma quantidade maior de cervejas diferentes.
 

Entre as opções, raridades estrangeiras como a Brooklyn Improved Old Fashioned, baseada no coquetel clássico e disponível apenas hoje, e o chope belga St. Louis Premium Framboise, uma fruit lambic de framboesa bem ácida plugada pela distribuidora Meara.
 

Além da bebida, música também anima o público. O evento contará com 20 bandas que vão do samba ao rock. Há música e cerveja para todos os gostos. Pegue o copo, abasteça e saúde!
 

SAIBA MAIS
 

Onde e quando: Píer Mauá. Armazéns 2, 3 e 4. Av. Rodrigues Alves 10, Saúde. Sex, das 15h às 23h. Sáb e dom, das 14h às 23h.

Ingressos: R$ 55 (esgotado para sábado).

Food-trucks: Alvo de críticas na última edição, os pontos de comida passaram de 13 para 25 e incluem nomes badalados como Boteco do Toninho, Burgertopia em parceria com o Ogrostronomia, Aconchego Carioca e Deli Delícia.

Cartão: Lá dentro, tudo é pago com um cartão do evento, que o visitante compra por R$ 5 e carrega com o valor que quiser. Ao devolvê-lo, recebe os R$ 5.

Mais espaço: Agora são três armazéns com expositores. Os 13 mil m² representam um aumento de 30% no espaço.

Sem aperto: Para diminuir as filas, o número de sanitários também cresceu em 30%.

Música: Sex: Beach Combers (18h), Seu Roque (19h30m) e Astro Venga (21h). Sáb: Caio Corrêa (17h), General Garrafa (18h30m), Facção Caipira (20h) e Overdrive Foo Fighters Tribute (21h30m). Dom: Joãozito e a Parceria (17), Os Druidas (18h30m), The Highjack (20h) e AC/DC Cover (21h30m).

#

Rio de Janeiro
Rua Salvador Allende, 6.555
Barra da Tijuca - CEP: 22870-160
Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel: (21) 2441-9100 | Fax: (21) 2441-9398
São Paulo
Rodovia dos Imigrantes, km 1,5         
CEP: 04329-900
Tel: (11) 5067-1760